terça-feira, julho 17, 2012

Pra mim e pra você


Tantas diferenças e indiferenças e nada mais parece nos sustentar
Num barco de velas frouxas.
Projetamos desuniversos e desilusões esperando criar felicidade,
Mas dela, tão distante nos encontramos, de frente pra realidade.
Andamos descalços no asfalto e  queremos pés de seda,
Mas só conseguimos cascos duros e ressecados.

Não importa onde encontrar felicidade desde que seja a porta certa.
Pode ser na estrela que brilha sozinha
Ou naquela só a piscar.
Pode ser na mão amiga
Ou no prazer de ajudar.
Mesmo na profunda escuridão, numa luz cintilante, bem pequenina,
Num fachinho de esperança, uma pontinha de felicidade ali está.

Tamires

Um comentário:

  1. Lindo! Não sabia que tínhamos uma poetisa na família!!! bjs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...