sexta-feira, janeiro 06, 2012

Mais que um laço





Fecha a fenda que na senda tudo seca.
Seca a lágrima, a inverdade e a descoragem.
Seca a invirtude, a inquietude e a incerteza.

Parando na passagem só não fica quem se vai.
Se vai pra longe e não volta,
Se vai viver sem cantar.

Caminhando a passos largos
Leva voltas em compassos.
Deixa o tempo nas ampolas
E larga longe os sapatos.

Põe pro alto o que te eleva
E deixa por último o que te assusta.
Fechando os olhos pra não ver,
Vai viver sem aventura.

O que nos une é muito maior,
Maior que qualquer laço.
Coloca de lado a fechadura
E traz pra mim o teu abraço.

Tamires

7 comentários:

  1. Oi! Prezada Tamires.

    Está certa! Dê-me sua mão e vamos seguir, pois como diz na primeira estrofe:
    "Fecha a fenda que na senda tudo seca".
    Então vem o sorriso, verdade, coragem, virtude, quietude (paz) e a certeza. Quanto a última estrofe. Eis o que sempre ei de deixar.

    Um forte abraço, cheio de Paz e Luz.

    ResponderExcluir
  2. Felipe D'Santos Gonçalves6 de janeiro de 2012 13:51

    Tamires , muito lindo isso , vocÊ é uma pessoa super inspirada ! Continue Assim

    ResponderExcluir
  3. E para você Tamires, um abraço em apertado feito um lindo laço de fita.
    Obrigada pelas visitas carinhosas.
    Amei seu cantinho e já te sigo.
    Bjo no coração!
    Débora

    ResponderExcluir
  4. Amigos, vcs são ótimos. Sintam-se sempre em casa.
    Boas vindas, Débora!
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  5. "Coloca de lado a fechadura", gostei e muito Tamires.

    Inté!Volto!

    ResponderExcluir
  6. Lindo poema, Tamires, uma semana cheia de alegria pra você, bjo
    Ivana.

    ResponderExcluir
  7. Adorei aqui. Você escreve de forma magnífica.

    Estou lhe seguindo.

    Beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...